sábado, 19 de setembro de 2009

O ARREBATAMENTO DA IGREJA


1. INTRODUÇÃO
A dispensação da graça, em que viemos, findará e, a partir de então, começarão os fatos que são chamados pelos estudiosos da Bíblia de “últimas coisas”. O primeiro destes fatos é o arrebatamento da Igreja.
Nós, os salvos, membros do corpo de Cristo, têm o arrebatamento da Igreja como sendo a nossa esperança.

2. A VOLTA DO SENHOR JESUS
2.1 - A Igreja primitiva esperava a volta de Jesus
A noção de que Jesus voltaria a esta terra por uma segunda vez, até a revelação proporcionada por Jesus a Seus discípulos, não era algo evidente.
Jesus deixou bem claro aos discípulos a respeito da Sua volta.
Os escritos dos apóstolos mostram, também, com clareza, que a Igreja esperava ansiosamente a volta de Jesus.

2.2 - A idéia da volta de Cristo na história da Igreja
Por conta até de alguns exageros, a mensagem escatológica, paulatinamente, foi perdendo força no meio da Igreja.
A expressão “volta de Cristo”, também chamada de “advento” ou, ainda, “segundo advento”, passou a representar apenas o retorno de Jesus para julgar os vivos e os mortos.
Este ponto-de-vista distorcido das Escrituras prevaleceu na história da Igreja até o século XIX.
Foi somente a partir do século XIX, porém, que a idéia bíblica da vinda de Cristo como um evento que antecede o reino milenial e que se desenvolverá em duas fases distintas ganhou corpo.

2.3 - “VOLTA DE CRISTO” - Episódio que tem duas fazes bem distintas, a saber:
a) o arrebatamento da Igreja (I Co.15 e I Ts.4) - Jesus vem buscar a Sua Igreja, nos ares, para que ela não passe pela Grande Tribulação.
b) a vinda em glória ou volta triunfal (em grego, a “parousia”) (Zc.12:9,10; Ap.1:7; 19:11-21, entre outras) - Jesus descerá no monte das Oliveira e impedirá a destruição de Israel - “batalha do Armagedom”.

2.4 - O que é o arrebatamento da Igreja?
A Igreja está esperando Jesus (I Co.1:7; Fp.3:20; Tt.2:13; Tg.5:7; II Pe.3:1-13; I Jo.3:1-3; Jd.21).
Arrebatamento da Igreja - acontecimento em que Jesus retirará a Sua Igreja da face da terra, no exato instante em que se iniciar a septuagésima semana de Daniel, quando Deus, então, tratará com os outros dois povos, Israel e os gentios.
“Arrebatamento” - “retirada repentina, rápida, de improviso”.

3. QUANDO SE DARÁ O ARREBATAMENTO DA IGREJA?
“…porém daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, mas unicamente meu Pai.” (Mt.24:36; Mc.13:32).
Porque Deus não revelou a data do arrebatamento da Igreja ao Seu povo? Por que não é Deus de confusão (I Co.14:33).
O caráter de Deus impõe a incerteza da data do arrebatamento da Igreja.
Dispensação da graça - o “tempo que se chama hoje”.
Pensamento ou sentimento de “demora de Jesus” - uma atitude típica daqueles que estão se desviando dos caminhos do Senhor (I Pe.3:3).
Apesar do texto bíblico, muitos se aventuram a marcar a data do arrebatamento da Igreja – tomemos cuidado !
O arrebatamento da Igreja se dará antes do início da Grande Tribulação.

4. COMO SERÁ O ARREBATAMENTO?
4.1 - A sequencia dos fatos do arrebatamento.
1) Senhor Jesus está pronto, aguardando apenas a ordem do Pai para buscar a Sua Igreja.
2) Ao ser concedida esta ordem, o diabo e seus anjos serão retirados dos ares e precipitados sobre a terra, o que será feito pelo arcanjo Miguel (Ap.12:7-9,12).
3) Dada a ordem pelo Pai, Jesus descerá do céu com alarido, com voz de arcanjo e com a trombeta de Deus. Jesus, como um verdadeiro comandante e líder, estará convocando o Seu povo para uma reunião.
4) Feita a convocação, ocorrerá a ressurreição dos crentes que morreram no Senhor, daqueles que estão dormindo no Senhor (I Ts.4:13).
5) Completada a ressurreição dos crentes mortos, segue-se a transformação dos crentes que estiverem vivos no dia do arrebatamento da Igreja. (I Ts.4:15; I Co.15:52).
6) Operada a transformação dos crentes vivos, todos os crentes se encontrarão com Jesus nos ares, limpos da presença do diabo, que foi jogado na terra, com seus anjos.

4.2 - É oportuno aqui observar, que:
a) o processo de ressurreição, de transformação e de reunião dos crentes será efetuado pelo Espírito Santo, que levará a Igreja ao encontro do Senhor Jesus nos ares, entregando-Lhe a Noiva. (Gn.1:2; Rm.8:11).
b) Todos estes eventos ocorrerão em tempo ínfimo, pois a Bíblia diz que isto se dará “num abrir e fechar de olhos” (I Co.15:52a), na velocidade da luz (Mt.24:27)
 
VOCÊ "PODE" ORAR COM SINCERIDADE : “ORA VEM, SENHOR JESUS”?

VOCE ESTÁ REALMENTE PREPARADO? HUM.... ESPERO QUE ESTEJA!

PR. GUALTER GUEDES

3 comentários:

  1. Shalom!

    Uma alegria conhecer seu blog.

    Que o Eterno resplandeça o rosto Dele sobre ti!

    Deixo Sl 16.11

    Um abraço, Pr Marcelo


    Visite: http://davarelohim.blogspot.com/

    E veja o texto:

    As credenciais de João Batista

    ResponderExcluir
  2. Que maravilha esse Blog. Meus parabéns!

    Um fraternal abraço.
    A paz do Senhor.

    [TOCADO PELO ESPÍRITO SANTO]
    http://tocadopeloespiritosanto.blogspot.com/

    ResponderExcluir